Imagens da Nossa História - Cemitérios








 
 



Rua Pedro Ernesto

Era conhecida em 1750 como caminho da Gamboa, fazendo a ligação com a praia do mesmo nome. Mais tarde, chamou-se Rua do Cemitério, pois ali eram enterrados em valas comuns muitos dos escravos chegados doentes da Costa da África.

Em 1853, recebeu o nome de Rua da Harmonia. No ano de 1863, passou a funcionar ali, o Teatro de amadores Santa Carlina ou St. Carolina. Tempos mais tarde abrigou a primeira escola primária do bairro, construída, por desejo de D. Pedro II, ( Escola José Bonifácio, atual Centro Cultural José Bonifácio dedicado a Cultura afro-brasileira), com verba arrecadada numa subscrição popular para o monumento que fixasse a recente vitória brasileira contra Solano Lopez.

Em 1946, receberia sua denominação atual em homenagem a Pedro Ernesto, médico e político nascido em Recife que participou das revoluções de 1922 e 1924. Foi depois nomeado prefeito do Distrito Federal. Empreendeu obra administrativa de grande importância, marcada pela construção de hospitais, tais como o Getúlio Vargas, Miguel Couto e Pedro Ernesto, além da rede de prédios escolares de arquitetura moderna.


Voltar